22.9.16

salada de abóbora e cebola com molho de tahine


Fiz esta salada há algumas semanas atrás e hoje deu vontade de repetir no almoço. Ela é super saborosa e ótima para ser servida morna - ainda mais neste friozinho de final de inverno - eu também me sirvo dela como prato único, mas pode ser servida como acompanhamento de uma carne assada. Aqui utilizo a abóbora cabotiá (existem milhões de grafias para o nome desta abóbora, né?), ou a chamada abóbora japonesa, que para mim tem sabor de batata doce! Fica a sugestão para um prato leve e muito comfort food. Receita do Jerusalem: A Cookbook.

½ abóbora cabotiá (cerca de 1,1kg)
2 cebolas roxas
3 colheres (sopa) azeite
3 ½ colheres (sopa) tahine
1 ½ colher (sopa) suco de limão
2 colheres (sopa) água
1 dente de alho pequeno, esmagado
3 ½ colheres (sopa) amêndoas picadas (ou pinoles)
1 colher (sopa) zahtar
1 colher (sopa) salsinha picada
sal e pimenta-do-reino 

Pré-aqueça o forno a 240ºC. Numa tigela grande coloque a abóbora cortada em fatias, a cebola descascada e cortada em 4 pedaços, junte 3 colheres de sopa do azeite, sal e pimenta-do-reino a gosto, misture bem e disponha tudo numa assadeira (eu forro com papel alumínio), leve ao forno por 30-40 minutos, ou até ficar tudo macio. Para o molho: misture o tahine, suco de limão, água, alho picadinho e sal, a consistência deve ser de mel, para isso, adicione mais água ou tahine. Para servir: coloque abóbora e cebola num prato, espalhe o molho, salpique as amêndoas por cima, em seguida o zahtar e salsinha.
serve: 4

19.9.16

bolo de amora e maçã


Estamos na época de amora e tenho aproveitado para colher algumas na casa dos meus sogros, eles têm uma árvore enorme que dá uma ótima colheita, normalmente isso acontece em anos alternados. Já fiz uma outra receita que postarei em breve para aproveitar a época e hoje pela manhã preparei este bolo, não tive tempo de fazer bolo no final de semana. Ficou ótimo, eu que não gosto muito de bolos de maçãs gostei muito deste, porque a maçã é ralada e seu sabor fica bem discreto. Receita do site BBC Good Food.

2 xícaras farinha de trigo
175g manteiga
175g açúcar mascavo claro
½ colher (chá) canela em pó
2 colheres (sopa) açúcar demerara
1 maçã
2 ovos grandes
raspa de 1 laranja
3 colheres (chá) fermento em pó
225g amoras

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma de bolo inglês (23x10cm) e forre com papel manteiga. Numa tigela grande coloque a farinha, manteiga picada, açúcar, misture com as pontas do dedos até formar uma farofinha úmida e fina. Retire 5 colheres de sopa desta mistura, coloque numa tigelinha e junte a canela e açúcar demerara, misture e reserve. Coloque o fermento na mistura de farinha e mexa bem. Em outra tigela bate ligeiramente os ovos e junte a raspa de laranja. Descasque a maçã e passe pelo ralador grosso, adicione à tigela com o ovo. Coloque esta mistura na tigela da farinha e mexa somente para incorporar, não mexa demais para o bolo não ficar duro depois. Incorpore ¾ das amoras à massa, mexa com cuidado para não quebrar as amoras. Coloque a massa na forma, nivele bem, adicione a amora restante e por cima a farofinha reservada. Leve ao forno por 1h15 a 1h20. Cheque o bolo depois de 50 minutos, se a farofinha estiver muito escura, coloque uma folha de papel alumínio por cima até o bolo terminar de assar. Deixe esfriar sobre uma grandinha antes de desenformar.

15.9.16

biscoitinhos de chá earl grey e cacau


Demorei um pouquinho mas voltei. Algumas mudanças na rotina e um bode de internet me mantiveram longe do computador nos últimos tempos. E foi muito bom, fiz detox de rede social (saí do facebook e uso bem menos o IG), arrumei tempo para voltar a ler livros com mais assiduidade e até voltei a ver novelas - aquelas reprises da tarde que deixo gravadas. E claro, cozinhei algumas coisinhas bem blogáveis, de modo que teremos mais posts por aí. Escolhi estes biscoitinhos primeiro apenas porque fiz há poucos dias e ainda estava com a lista de ingredientes na cabeça. Ficam bem diferentes - e especiais - com o pózinho de chá na massa, e não com a infusão dele. Receita do The Art & Soul of Baking.

¼ xícara açúcar
1 colher (sopa) chá earl grey - cerca de 3 saquinhos
100g manteiga, gelada e cortada em cubinhos
¾ xícara farinha de trigo
3 colheres (sopa) cacau em pó
pitada de sal
3 colheres (sopa) açúcar granulado (opcional)

No processador coloque o açúcar e o chá, pulse até combinar bem. Em seguida coloque a manteiga, farinha, cacau e sal, deixe o aparelho ligado até formar uma massa. Neste ponto eu precisei adicionar 2 colheres (sopa) de água gelada para formar a massa. Forre com plástico filme a bancada e coloque a massa por cima, embrulhe bem a massa e vá moldando uma tora com a massa, aperte bem. Leve à geladeira por no mínimo duas horas. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre duas assadeiras com papel manteiga (ou use o tapetinho de silicone). Coloque o açúcar granulado num prato raso. Retire a massa da geladeira, corte em duas partes. Pincele levemente a massa com um pouco de água (ou molhe suas mãos e passe-as na massa) e role pelo açúcar granulado. Com uma faca corte a massa - como um salame - na espessura de 0,5cm. Disponha os biscoitinhos na assadeira e leve ao forno por 25-30 minutos, ou até parecer seco. Deixe esfriar sobre uma gradinha e guarde em pote fechado por até 1 semana.