17.11.17

panquequinhas de abobrinhas com molho de iogurte

 
Apenas repostando estas panquequinhas porque fiz uma barbeiragem, excluí a publicação, e vi que o post teve vários acessos. Receita do livro Best of Bill, do Bill Granger.

panquequinhas de abobrinha com molho de iogurte
500g abobrinhas
½ colher (chá) sal
8 talos de cebolinha
125g queijo feta esmigalhado (usei de coalho, ralado)
½ xícara salsinha, picada
¼ xícara folhas de hortelã, picadas
2 ovos, ligeiramente batidos
½ xícara farinha de trigo
sal e pimenta-do-reino, para temperar 
óleo vegetal para fritar

Passe as abobrinhas pelo ralador, salpique o sal, misture e deixe por meia hora. Passado o tempo, esprema as abobrinhas para retirar o excesso de água e se necessário seque com papel toalha. Numa tigela coloque abobrinha, cebolinha, salsinha, hortelã e ovos, misture bem. Junte a farinha, sal e pimenta. Aqueça o óleo numa frigideira anti-aderente e coloque colheradas da massa, fritando cerca de 2 minutos de cada lado. Deixe secar sobre um papel toalha. Sirva com o molho e rodelas de limão.

molho:
1 dente de alho, picadinho
1 colher (sopa) azeite
½ xícara iogurte natural
2 colheres (sopa) sumo de limão
sal e pimenta-do-reino
Apenas misture tudo.

rende: cerca de 18.

13.11.17

bolo de cenoura, tangerina e gengibre


Outro dia uma amiga comentou que adora fazer comprinhas naquele app Wish, que passa horas lá procurando promoções. Eu até baixei o app, embora ainda não tenha me animado a comprar nada por lá. Falei que o meu barato é garimpar promoções na loja da Amazon americana, procurando e-books de receitas por 2 a 3 dólares. Às vezes encontro livros best sellers temporariamente em promoção e corro para aumentar vício a coleção. Como foi o caso do livro da receita de hoje, o Baking Chez Moi, da Dorie Greenspan. O bolo é uma delícia, o sabor marcante da tangerina se complementou muito bem ao gengibre fresco, e as cenouras contribuíram para deixar esta cor linda. A receita pede para usar uma forma de torta, daquelas baixinhas e caneladas, mas precisa ser com o fundo fixo. Eu só tenho estas assadeiras na versão fundo removível, então fiz numa forma de bolo comum, ele ficou apenas mais alto, porque também não tenho assadeira no tamanho requerido: 25 cm. Isto foram apenas detalhes, pois o bolo ficou delicioso mesmo assim :)

bolo de cenoura, tangerina e gengibre
1 xícara farinha de trigo
¾ colher (chá) fermento em pó
pitada de sal
1 cenoura média, descascada
1 colher (chá) gengibre fresco, ralado
1ou 2 tangerinas (raspa e suco)
120g manteiga, temperatura ambiente
1 xícara açúcar
2 ovos grandes, temperatura ambiente

Unte e enfarinhe as laterais uma forma de torta de 25cm, unte o fundo e cubra com papel manteiga, reserve. Numa tigela misture a farinha, fermento e sal, reserve. Rale a cenoura no ralo fino, junte o gengibre ralado e a raspa de 1 tangerina. À parte esprema a tangerina até obter ¼ xícara de suco. Na batedeira bara a manteiga por 2 minutos, até ficar cremosa. Adicione os ovos, um a um, batendo por 1 minuto após cada adição. Reduza a velocida da batedeira e coloque a cenoura ralada, em seguida coloque o suco. Neste ponto a massa vai ficar talhada e vai parecer que o bolo vai desandar. Siga em frente e coloque a farinha de trigo, deixe a batedeira funcionar por 1 ou 2 voltas e a desligue. Termine de incorporar a farinha com uma espátula, mexendo somente até a farinha desaparecer. Coloque a massa da forma e leve ao forno por 25-30 minutos ou até um palito sair seco. Espere amornar para retirar da forma.

6.11.17

pão de forma - a receita mais fácil que você verá hoje


Aqui em casa consumimos bastante pão de forma branco, e apesar de gostar demais de pão caseiro sempre rola aquela preguiça de preparar (preguiça é quase palavra de ordem na minha cozinha, percebi que gosto menos de cozinhar do que comer alimentos de qualidade, mas isso é assunto para outro post). Esta receita caiu no colo da minha preguiça, e acredito que vai agradar outros padeiros amadores que sofrem deste mal: basta uma tigela grande, algum tempo disponível, quase nenhuma sova e um pão quentinho, incrivelmente fofinho vai sair do seu forno quase como mágica. Aqui usei creme de leite "fresco" aquele que vende nas geladeiras do mercado, ele tem mais gordura e vai deixar o pão mais macio, mas acredito que o creme de leite de lata (com mais gordura que aquele de caixinha) é um bom substituto. Receita do livro Short & Sweet, do Dan Lepard.

pão de forma
¾ xícara água gelada
½ xícara água fervente
½ xícara creme de leite fresco*, gelado
2 colheres (chá) sal
2 colheres (chá) açúcar
2 ½ colheres (chá) fermento biológico seco
4 xícaras farinha de trigo

Numa tigela grande misture a água gelada e água fervente, em seguida junte o creme de leite, sal, açúcar e fermento, mexa bem. Junte a farinha de trigo de uma só vez e mexa até toda a farinha ser absorvida e formar uma massa. Cubra com plástico filme e aguarde 10 minutos. Passado o tempo, dentro mesmo da tigela, levante um pedaço da massa em direção ao centro da tigela e repita este movimento até fazer a volta toda da tigela, esta "sova" não deve demorar mais que 30-40 segundos. Cubra novamente e aguarde mais 10 minutos, repita o procedimento. Faça isso por mais duas vezes. Desta vez cubra a massa com o plástico filme e mais um pano de cozinha envolvendo a tigela e deixe num local morno e sem ventilação por 1 hora (gosto de usar o forno de microondas para isso). Unte com manteiga uma forma de bolo inglês de 20x10cm. Passado o tempo, coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada, abra no formato de retângulo e enrole bem firme, coloque a massa - com o lado da dobra para baixo - na forma preparada, cubra e deixe crescer mais por 30-40 minutos. Enquanto isso pré-aqueça o forno a 200ºC. Polvilhe o topo o pão com farinha de trigo e leve para assar por 40 minutos ou até produzir um som oco no lado debaixo da forma.
*se preferir use sour cream no lugar do creme de leite - como na receita original -, algumas receitas internet afora ensinam a fazer em casa.

17.10.17

sorvete de menta e chocolate


Mais uma vez a combinação hortelã e chocolate dando as caras por aqui. Na verdade eu queria um sorvete verdinho, sem corantes artificiais, mas aí quando achei uma receita que as folhas de hortelã eram batidas e coadas já era tarde demais porque minhas folhas já estavam em infusão há algum tempo, logo, já tinham perdido o frescor para serem batidas. Fica para a próxima! Mas olha, ficou bem saboroso, eu deixei bastante tempo em infusão, por isso o sabor ficou intenso. Receita do livro Williams-Sonoma Cooking at Home.

sorvete de menta e chocolate
1½ xícara leite integral
1½ xícara creme de leite fresco
⅔ xícara açúcar
1 xícara folhas de hortelã
4 gemas
125g chocolate meio-amargo, picado ou gotas
2 colheres (chá) óleo vegetal

Numa panela coloque o leite, ½ xícara do creme de leite e o açúcar, leve ao fogo até começar a borbulhar, desligue o fogo, junte as folhas de hortelã, misture bem e tampe a panela. Deixe em infusão por 4 horas (você pode deixar menos tempo, eu queria o sabor da hortelã bem concentrado). Reaqueça a mistura. Numa tigela coloque as gemas e misture. Quando a mistura estiver bem quente, mas sem ferver, adicione cerca de meia xícara na tigela das gemas, coloque aos pouquinhos e mexendo constantemente com um fouet. Uma vez misturado, coloque tudo de volta na panela, da mesma forma: mexendo sempre com o fouet. Agora com a colher de pau continue mexendo, em fogo baixo, até a mistura engrossar ligeiramente, para saber o ponto basta observar quando a mistura cobrir as costas da colher, passe o dedo e verifique se a marca do dedo ficar na colher, este é o ponto correto. Coloque tudo numa tigela, passando pela peneira para separar as folhas de hortelã. Adicione a xícara restante de creme de leite. Cubra e leve à geladeira por uma noite, ou pelo menos 6 horas. Passe a mistura pela sorveteira. À parte derreta o chocolate com o óleo. Quando o sorvete estiver terminado, derrame o chocolate derretido aos pouquinhos, ainda com a máquina funcionando, não deixe que a sorveteira girar por mais de 1 minuto depois do chocolate. Guarde num pote e leve ao freezer.